Alimentos Tóxicos

Uvas e uva-passa

 

Desconhece-se qual é a substância presente nas uvas que torna esta fruta tóxica para os animais, mas a realidade é que as uvas e as passas de uva podem provocar falência renal. Em animais de estimação que já possuem problemas de saúde os sinais e sintomas podem ser muito dramáticos.

Nozes de Macadamia

 

Se até há relativamente pouco tempo não era muito comum encontrar estas nozes à venda no mercado português, hoje já se encontram disponíveis em diversos supermercados e têm alguns apreciadores, devido ao seu sabor intenso e perfumado. As nozes de macadamia são muito usadas em bolos e doces, especialmente gelados e mousses, e podem provocar graves problemas aos cães. Estas nozes já provaram provocar sintomas como fraqueza, depressão, vómitos, tremores e hipertermia (febre) em cães. Os sinais de intoxicação surgem geralmente no prazo de cerca de 12 horas desde a ingestão das nozes e duram aproximadamente 12 a 48 horas.

 

Cebolas, alho e cebolinho

 

Estes vegetais podem provocar irritação gastrointestinal e danos nos glóbulos vermelhos. Apesar de os gatos serem mais susceptíveis, também os cães correm risco se consumirem uma quantidade razoável de qualquer um destes alimentos. A toxicidade é normalmente confirmada a partir do historial, dos sinais clínicos e da confirmação microscópica de existência de corpos de Heinz (inclusões presentes nos eritrócitos, ou glóbulos vermelhos, que os danificam). Uma pequena dose ocasional poderá não causar problemas, mas recomenda-se vivamente que estes vegetais não sejam dados ou deixados ao alcance dos animais.

 

Xilitol

 

O xilitol é usado como adoçante em muitos produtos, incluindo adoçantes em comprimidos ou cristais para chá, café e sobremesas, rebuçados e doces similares, chocolate, produtos de pastelaria e pasta dos dentes. Na maior parte das espécies de animais pode levar à libertação de insulina, que pode conduzir a falência hepática (do fígado). O aumento dos valores de insulina leva a hipoglicémia (baixos níveis de açúcar no sangue). Os sinais iniciais de intoxicação incluem vómitos, letargia e perda de coordenação. Os sintomas podem avançar para prostração (o animal fica deitado de lado) e apoplexia acidente vascular cerebral (AVC).

Enzimas hepáticas aumentadas e falência hepática podem ser observadas no espaço de poucos dias.

 

URGÊNCIAS 24h

919+201+513

CVMI 2017

Todos os direitos reservados

2ª a 6ª - 10h-13h e 15h-20h

Sábado - 10h-13h e 15h-18h

214+569+009

214 569 009

919+201+513 (24h/dia - todos os dias)

cvmi@cvmi.pt

Rua da Alemanha, 189-B

Quinta de S. Gonçalo

2775-397 Carcavelos